Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Portugal, Inquisição

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal (orthographic projection)-500px.svg.png

Registros da Inquisição [editar | editar código-fonte]

Durante três séculos, a Inquisição Portuguesa, liderada pela Igreja Católica investigou os acusados de infidelidade religiosa. Candidatos à investigação pela Inquisição tinham que provar a "pureza de sangue". As ascendências do homem e de sua esposa ou noiva eram investigadas. Aqueles que provavam, ficavam isentos de tributação, do serviço militar e tinham prioridade na distribuição de carne, peixe, pão, madeira e carvão, como todos os membros da fé católica. Esses registros não devem ser confundidos com processos penais.

Havia tribunais da Inquisição em Lisboa, Coimbra e Évora. De 1542-1547, havia também tribunais em Lamego, Tomar e Porto. As pessoas identificadas pela Inquisição portuguesa eram indivíduos que tinham se convertido do judaísmo ao catolicismo ("conversos") que eram suspeitos de praticar o judaísmo em segredo ou católicos que mantinham tradições pouco ortodoxas como o culto ao Espírito Santo. Tais registros foram referidos como 'Diligências de Habilitações,"[1]

 Registros On-line [editar | editar código-fonte]

Os arquivos centrais para a história do povo judeu em Jerusalém (CAHJP, em inglês) contêm microfilmes de registros da inquisição portuguesa de 1497 em diante. Isso inclui registros de tribunais de inquisição, um inventário de todos os registros da inquisição na Torre de Tombo em Portugal, e documentos referentes às colônias judaicas em Portugal. [2] Visitado em 12 de junho de 2017.</ref>.

Em 2007, o governo português iniciou um projeto para disponibilizar on-line até 2010, uma parte significativa dos arquivos da Inquisição portuguesa atualmente depositados no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, arquivos nacionais portugueses. Esses registros podem ser encontrados através da Torre de Tombo.

 Registros da Inquisição na Biblioteca de História da Família[editar | editar código-fonte]

A Biblioteca de História da Família tem uma variedade de registros primários e secundários sobre a Inquisição em Portugal.
Para acessá-los, faça uma pesquisa do assunto em FamilySearch catálogo para PORTUGAL - INQUISIÇÃO.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Departamento de História da Família do Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, "Perfil de Registros de História da Família: Portugal," documento do Word, arquivos privados da Equipe de Conteúdo Estratégico do FamilySearch, 1986-1999.
  2. Universidade Hebraica de Jerusalém, "Portugal", em 'arquivos centrais para a história do povo judeu em Jerusalém (CAHJP, em inglês)', http://cahjp.nli.org.il/content/portugal.