Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Natal, Rio Grande do Norte - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Rio Grande do Norte Gotoarrow.png Natal

Montagem Natal, RN.jpg

Natal é um município brasileiro, capital do estado do Rio Grande do Norte, na Região Nordeste do país. Pertence à Mesorregião do Leste Potiguar e à Microrregião de Natal. Com uma área de aproximadamente 167 km², é a segunda capital brasileira com a menor área territorial, maior apenas que Vitória, capital do Espírito Santo, fazendo desta a sexta maior capital do país em densidade populacional, distando 2 227 quilômetros de Brasília, a capital federal.(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)

NatalRN.svg.png

Localização: Mesorregião Leste Potiguar
Área: 167,273 km²
Natal é a capital do estado do Rio Grande do Norte

Datas
[editar | editar código-fonte]

Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte, foi fundada em 1599
Distrito criado com a denominação de Natal, em 1904.


Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

História
[editar | editar código-fonte]

Tudo começou com as Capitanias Hereditárias quando o Rei de Portugal Dom João III, em 1530, dividiu o Brasil em lotes. As terras que hoje correspondem ao Rio Grande do Norte couberam a João de Barros e Aires da Cunha. A primeira expedição portuguesa aconteceu cinco anos depois com o objetivo de colonizar as terras. Antes disso, os franceses já aportavam por aqui para contrabandear o pau-brasil. E esse foi o principal motivo do fracasso da primeira tentativa de colonização. Os índios potiguares, ajudavam os franceses a combater os colonizadores, impedindo, a fixação dos portugueses em terras potiguares.
Passados 62 anos, em 25 de dezembro de 1597, uma nova expedição portuguesa, desta vez comandada por Mascarenhas Homem e Jerônimo de Albuquerque, chegou para expulsar os franceses e reconquistar a capitania. Como estratégia de defesa, contra o ataque dos índios e dos corsários franceses, doze dias depois os portugueses começam a construir um forte que foi chamado de Fortaleza dos Reis Magos, por ter sido iniciada no dia dos Santos Reis.
Concluído o forte, logo se formou um povoado que, segundo alguns historiadores, foi chamado de Cidade dos Reis. Depois, Cidade do Natal. O nome da cidade é explicado em duas versões: refere-se ao dia que a esquadra entrou na barra do Potengi ou a data da demarcação do sítio, realizada por Jerônimo de Albuquerque no dia 25 de dezembro de 1599.
Com o domínio holandês, em 1633, a rotina do povoado que começa evoluir foi totalmente mudada. Durante 21 anos, o forte passou a se chamar Castelo de Keulen e Natal Nova Amsterdã. Com a saída dos Holandeses, a cidade volta a normalidade. Nos primeiros 100 anos de sua existência, Natal apresentou crescimento lento. A partir de 1922, o desenvolvimento de Natal ganhou ritmo acelerado com o aparecimento das primeiras atividades urbanas. Pela sua posição geográfica privilegiada é o ponto das Américas mais próximo da Europa, na IIº. Grande Guerra Mundial, já no século XX, serviu de base militar para os nortes americanos, ganhando ares de metrópole internacional, transformando definitivamente Natal e a cidade teve seu nome conhecido por milhões de cidadãos pelo mundo.
Nos anos pós-guerra a cidade continua a se desenvolver e sua população cresce. Entre os estados com mais migrantes em Natal estão a Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro. A população natalense é miscigenada, e descende principalmente de indígenas e portugueses. Conforme um antigo estudo genético, datado de 1982, a ancestralidade encontrada foi europeia, africana e indígena.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

Família Alves

Família Maia

Família Cabral

Família Maranhão

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

  • 6º Ofício de Notas

Av. Rio Branco - 760
Natal - RN, 59025-003
Fone: (084) 3211-2316
6.cartorio@supercabo.com.br

  • Natal Cartório 2 Oficio de Notas

Av. Almirante Alexandrino de Alencar, 1130
Natal - RN, 59012-050
Fone: (084) 3222-2220
2oficiodenotas@oi.com.br

  • Natal Cartório 7º Ofício de Notas

Rua Leôncio Etelvino de Medeiros, 2935
Natal - RN, 59078-570
Fone: (084) 4008-5858
7.cartorio1@digi.com.br

  • Natal Cartório do Quarto Oficio de Notas

Avenida Roberto Freire, 2920, Shopping Cidade Jardim
Natal - RN, 59082-400
Fone: (084) 3217-0900
atendimento@4oficio.com.br

  • Natal Cartório do Quinto Ofício de Notas

Avenida Presidente Bandeira, 364
Natal - RN, 59040-200
Fone: (084) 3223-4299
mafracartorio@yahoo.com.br

  • Primeiro Oficio de Notas

Rua Mossoró, Nº 332/340
Natal - RN, 59020-090
Fone: (084) 3222-3022
oficionatal@hotmail.com

  • Cartório Único do Termo Extrajudiciário da Redinha

Avenida Ulisses Guimarães, nº 40, Redinha,
Natal/RN, CEP 59122-170
Fone: (084) 3224-2434
cartorioredinha@hotmail.com

  • Natal Cartório 3º Oficio

Av. Junqueira Aires, 532
Natal - RN, 59025-280
Fone: (084) 3211-8271
notas3@zaz.com.br

  • Natal Cartório Único Judiciário de Igapó

Praça São Vicente de Paula, 42
Natal - RN, 59104-010
Fone: (084) 3214-6810
cartoriodeigapo@ig.com.br



Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

  • Cemitério Morada da Paz

Rua Aurino Vila, 882 - Bairro: Emaús - Natal - RN
(84) 3643-1601

  • Cemitério Parque da Passagem

Rodovia Br-101, s/n - Bairro: Lagoa Azul - Natal - RN
(84) 3227-2388

  • Cemitério Público da Redinha

Avenida Doutor João Medeiros Filho, s/n - Bairro: Igapó - Natal - RN
(84) 3232-8276

  • Cemitério Público de Igapó

Rua Campo Grande, s/n - Bairro: Lagoa Azul - Natal - RN
(84) 3232-8275

  • Cemitério Público Bom Pastor

Rua Bom Pastor, s/n - Bairro: Nossa Senhora de Nazaré - Natal - RN
(84) 3232-4753

  • Cemitério Público de Ponta Negra

Avenida Engenheiro Roberto Freire, s/n - Bairro: Ponta Negra - Natal - RN
(84) 3232-8419

  • Cemitério de Nova Descoberta

Rua Desembaragdor Sinval Moreira Dias, 2088 - Bairro: Nova Descoberta - Natal - RN
(84) 3232-8945

  • Cemitério Parque Vila Flor

Avenida Xavier da Silveira, 1663 - Natal - RN
(84) 3615-5510

  • Cemitério Público de Pajuçara

Avenida Moema Tinoco Cunha Lima, s/n - Bairro: Pajuçara - Natal - RN
(84) 3232-8277

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

Arquidiocese de Natal

Av; Floriano Peixoto, 6774, Tirol-RN

Cep: 59020-500

Telefone/Fax: (84) 3615-2800/3615-2801

E-mail: pascom@arquidiocesenatal.org.br

Site: https://www.arquidiocesenatal.org.br

Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação

Praça André de Albuquerque, s/n, Cidade Alta

Natal-RN

Cep: 59020-580

Telefax: (84) 3615-2808

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

  • Biblioteca Virtual do Natal
    Facebook: www.facebook.com/pages/Biblioteca-Virtual-do-Natal
    Site: natal.rn.gov.br/bvn
    Twitter: twitter.com/bvnatal
  • Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN
    Endereço: Av. Duque de Caxias, nº 158 - Bairro: Ribeira - CEP: 59012-200
    Telsefones: (84) 3211-3820 | (84) 3201-0486 | (84) 3221-3294 | (84) 3211-6166
    E-mail: iphan-rn@iphan.gov.br
    Site: portal.iphan.gov.br
  • Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte
    Rua Conceição, 622 - Cidade Alta Natal/RN
    CEP: 59025270
    Fone: (84) 3232.9728
    Horário de Funcionamento Segunda a sexta-feira 08h00 às 17h00

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

AACCRN- Associação de Apoio ás Comunidades do Campo do Rio Grande do Norte

Rua: Doutor Mucio Galvão, 449, Lagoa Seca

Natal-RN

Telefone: (84) 3211-6131

Site: https://www.aaccrn.org.br

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

  • Biblioteca Viaje Mais - Coleção 7 Dias - Natal - Editora: Europa - Publicação: 2010


Referências
[editar | editar código-fonte]

  1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Natal_(Rio_Grande_do_Norte)
  2. http://cod.ibge.gov.br/232RL
  3.  http://www.acessoajustica.gov.br/pub/sobre/portasDaJustica/consultarPortasDaJustica.faces
  4. https://natal.rn.gov.br/natal/ctd-669.html
  5. http://www.encontranatal.com.br/c/cemiterios-em-natal.shtml
  6. https://www.grupovila.com.br/