Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Aracaju, Sergipe - Genealogia

Fonte: FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil Gotoarrow.png Sergipe Gotoarrow.png Aracaju

(Inclua nesta página dados deste município. As informações em itálico são apenas orientações e deverão ser suprimidas assim que os conteúdos forem incluídos.)

AracajuSE.svg.png

Localização: Mesorregião Leste Sergipano
Área: 181,857 km²
Aracaju é a capital do estado do Sergipe

Datas
[editar | editar código-fonte]

(Inclua datas históricas relacionadas ao município, como data de fundação, emancipação política, etc.)

Distrito criado com a denominação de Aracaju, em 28 de março de 1837. Elevado à categoria de município e capital do estado de Sergipe, em 17 de março de 1855.

Antigas Denominações
[editar | editar código-fonte]

(Inclua antigos nomes que o município tenha tido.)

Municípios Circunvizinhos
[editar | editar código-fonte]

Localidades
[editar | editar código-fonte]

(Inclua sublocalidades do município que sejam significativas, tais como povoados, fazendas, estâncias, etc.)

Distritos de Barra dos Coqueiros, Porto Grande

Barrios: Getúlio Vargas, Ponto Novo, Pereira Lobo, Suíssa, Salgado Filho, Dezoito do Forte, Palestina, Santo Antônio, Industrial, Santos Dumont, Novo Paraíso, América, Siqueira Campos, Soledade, Lamarão, Cidade Nova, Japãozinho, Porto Dantas, Bugio, Jaridim Centenário, Olaria, Capucho, Jabotiana, Ponto Novo, Luzia, Grageru, Jardins, São Conrado, Farolândia, Coroa do Meio, Aeroporto, Atalaia, Santa Maria, Zona de Expansão, São José

História
[editar | editar código-fonte]

(Inclua um breve resumo histórico sobre o município, destacando os fatos que se relacionem ou que facilitem de alguma forma a pesquisa genealógica na localidade.)

Por volta do ano 1000, os índios tapuias que habitavam a região da atual cidade de Aracaju foram expulsos para o interior do continente por povos tupis procedentes da Amazônia. No século XVI, quando chegaram os primeiros europeus à região, a mesma era ocupada por um desses povos tupis: o dos tupinambás A história da cidade de Aracaju está relacionada à da cidade de São Cristóvão, a antiga capital da Capitania de Sergipe (atual estado de Sergipe). Foi a partir da decisão de mudança da cidade que abrigaria a capital provincial que Aracaju nasceu. Fundada em 1855, foi a segunda capital planejada de um estado brasileiro (a primeira foi Teresina, em 1852)[24] [25] . Seu formato remete a um tabuleiro de xadrez. Todas as suas ruas foram projetadas geometricamente, como um tabuleiro de xadrez, para desembocarem no rio Sergipe. Até então, as cidades adaptavam-se às respectivas condições topográficas naturais, estabelecendo uma irregularidade no panorama urbano, exceto as cidades reais fundadas no século XVI, por exemplo, (geralmente vilas sedes de protetorados privados a exemplo de Olinda), que eram planejadas de modo linear tendo como base uma cruz de acordo com mapas da época. O engenheiro Sebastião José Basílio Pirro contrapôs essa irregularidade e Aracaju foi, no Brasil, um dos primeiros exemplos de tal tendência geométrica. .No início da ocupação portuguesa de região onde hoje se encontram Aracaju e cidades vizinhas, ela estava sob a jurisdição da Capitania da Baía de Todos os Santos, que hoje é o estado da Bahia. A princípio, essa região era território do líder indígena Serigi, que dominava desde as margens do Rio Sergipe até a do Rio Vaza-Barris. Em 1590, o militar português Cristóvão de Barros atacou as tribos do cacique Serigy e de seu irmão Siriri, matando-os e derrotando-os. Assim, no dia 1 de janeiro de 1590, Cristóvão de Barros fundou a cidade de São Cristóvão junto à foz do Rio Sergipe e definiu a Capitania de Sergipe, ainda subordinada à Capitania da Baía de Todos os Santos. Mais tarde, a cidade foi transferida para as margens do Rio Poxim e, enfim, para o Rio Paramopama, afluente do Vaza-Barris. Assim, São Cristóvão tornou-se a capital da província. Diferente do que aconteceu nos outros estados daRegião Nordeste, a capital de Sergipe ficava a mais de vinte quilômetros de distância do mar (caso similar ao de João Pessoa, mas esta não perdeu o status de sede com o pretexto da transferência do porto para um município vizinho, apenas houve um decaimento no bairro do porto fluvial; vale lembrar que tanto Filipéia quanto São Cristóvão eram as duas maiores e mais antigas cidades reais de uma vasta área costeira a norte da então capital Salvador). Desta forma, seus portos, por onde passavam navios, ficavam nos rios.

As terras onde hoje se encontra Aracaju originaram-se de sesmarias doadas a Pero Gonçalves por volta do ano de 1602. Eram compostas de 160 quilômetros de costa, mas, em todas as margens, não existia nenhuma vila, apenas povoados de pescadores. No ano de 1699, tem-se notícia de um povoado surgido às margens do Rio Sergipe, próximo à região onde este deságua no mar, com o nome de Santo Antônio de Aracaju. Seu capitão era o indígena João Mulato. Em meados do século seguinte, em 1757, Santo Antônio de Aracaju vivia sem maiores crescimentos e já era incluída como sítio da freguesia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do Tomar do Cotinguiba. Na então capital de Sergipe, São Cristóvão, estava-se tendo dificuldades com relação aos portos. Como a capital ficava no interior do estado, a navegação até os portos era somente fluvial, o que era um inconveniente, uma vez que os maiores navios não tinham passagem por conta da tonelagem, fazendo os portos sergipanos servirem apenas para pequenas embarcações. A partir de 1854, a praia que hoje se situa no território de Aracaju, perto da foz do Rio Sergipe, despertou grande interesse do governo da província de Sergipe, que transferiu a alfândega e a Mesa de Rendas Provinciais para aquele local e construiu uma Agência do Correio e uma Sub-Delegacia Policial. Além disso, um porto foi construído na praia, denominada "Atalaia". A província necessitava de um porto de porte maior para seu progresso. No dia 2 de março de 1855, a Assembleia Legislativa da Província abriu sessão em uma das poucas casas existentes na Praia de Atalaia. Nesta sessão, tendo previamente analisado a situação em que se encontrava a província, Inácio Joaquim Barbosa, presidente da Província de Sergipe Del Rey, decidiu transferir a capital de Sergipe, que era São Cristóvão, para a cidade portuária que seria erguida ali. A decisão foi recebida com grande surpresa pelos presentes. Assim, no dia 17 de março de 1855, Inácio Joaquim Barbosa apresentou o projeto de elevação do povoado de Santo Antônio de Aracaju à categoria de cidade e a transferência da capital da província para esta nova cidade, que foi chamada simplesmente de Aracaju. Foi um dos momentos mais importantes e de maior repercussão da história de Sergipe. A nova localização da capital iria beneficiar o escoamento da produção principalmente açucareira da época, além de representar um local mais adequado para a sede do governo para o desenvolvimento futuro. A cidade de São Cristóvão não se revoltou de forma violenta contra a decisão, tendo apenas feito manifestações de protesto. Dessa forma, Aracaju passou à frente de várias cidades já estruturadas, com melhores condições enquanto desenvolvimento urbano. Cidades como Laranjeiras, Maruim e Itaporanga se apresentavam em condição superior à de Aracaju. Desde então, Inácio Joaquim Barbosa vem sendo considerado o "fundador de Aracaju", tendo atualmente um monumento em sua homenagem na Orla de Atalaia. Por não se ter tido êxito em encontrar nenhum retrato do presidente de Sergipe, o monumento não é umaestátua, mas uma estrutura de aço de 5,5 metros de altura e 2 200 quilogramas. Somente em 1865 a capital se firmou. A partir dessa data ocorre um novo ciclo de desenvolvimento, que dura até os primeiros e agitados anos da proclamação da República. Em 1884, surge a primeira fabrica de tecidos, marcando o inicio do desenvolvimento industrial. Em junho de 1886, Aracaju tinha 1 484 habitantes e já havia a imprensa oficial e algumas linhas de barco para o interior. Em 1900, inicia-se a pavimentação com pedras regulares e são executadas obras de embelezamento e saneamento. Centro do poder político-administrativo, a Praça do Palácio (atual Praça Fausto Cardoso) foi o ponto de partida para o crescimento da cidade, pois todas as ruas foram ordenadas geometricamente para terminar no Rio Sergipe. Como Aracaju surgiu com o objetivo de sediar a capital da província de Sergipe del-Rei, que até este momento se localizava na cidade de São Cristóvão, segundo alguns historiadores, o Centro foi idealizada com "planejamento urbano" desde o início, pois as primeiras ruas estão organizadas de forma a lembrar um tabuleiro de xadrez. O responsável pelo desenho da cidade de Aracaju foi o engenheiro Sebastião José Basílio Pirro. A construção da cidade apresentou algumas dificuldades de engenharia, pois a região continha muitos pântanos, pequenos lagos e mangues. Apesar de se saber o dia exato de fundação da cidade, não se sabe com certeza qual foi o ponto inicial urbano. É provável que ela tenha sido ocupada a partir da atual Praça General Valadão, onde se situava o porto. Existe um bairro na cidade chamado América, o nome das ruas dele em grande parte são nomes dos outros países da América, há, também, em Aracaju, ruas que homenageiam os outros estados da federação e há bairros como o Médici e o Castello Branco que fazem homenagem aos generais que comandavam o país na época em que os mesmos foram construídos.

Famílias Tradicionais
[editar | editar código-fonte]

(Relacione as famílias mais antigas e tradicionais do município, por ordem alfabética de sobrenome e separado por vírgulas.)

Instituições
[editar | editar código-fonte]

Cartórios de Registro Civil, Notas e similares
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as unidades cartoriais do município, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Cartório Leônia Gama de Oliveira

Rua Itabaiana, 177 Centro

Cep: 49010-170

Fone: (79) 3211-8744

Email: suelygbispo@terra.com.br


Cartório do Registro Civil

Rua Paulo Henrique Machado Pimentel, 170 Inácio Barbosa

Cep: 49040-740

Fone: (79) 3234-5519

Email: extra.14aracaju@tjse.jus.br


Cartório do Registro Civil de Pessoas Naturais

Rua Largato, 1332 Centro

Cep: 49010-390

Fone: (79) 3214-3397

Email: extra.8oficio@tjse.jus.br


Cartório do 7 Ofício de Notas

Rua Itabaiana, 106 Centro

Cep: 49010-170

Fone: (79) 3214-2243

Email: cartorio7oficio@veloxmail.com.br


Cartório do 4 Ofício

Avenida Acrísio Cruz, 567 Salgado Filho

Cep: 06322-020

Fone: (79) 3021-2385

Email: extra.4aracaju@tjse.jus.br


Cartório do 15 Ofício

Rua Serafim Bonfim, 440 Santo Dumont

Cep: 49087-610

Fone: (79) 3226-3801

Email: candidalb@tjse.jus.br


Cartório do 12 Ofício

Avenida Juscelino Kubitscheck, s/n Dezoito do Forte

Cep: 49070-460

Fone: (79) 3234-5431

Email: milena@tj.se.gov.br


Aracaju Cartório 2 Ofício Notas

Travessa Benjamim Constant, 68 Centro

Cep: 49010-100

Fone: (79) 3214-1326

Email: cart2oficio@hotmail.com


13 Ofício

Avenida Gentil Tavares, 360 Getúlio Vargas

Cep: 49055-260

extra.13aracaju@tj.se.gov.br

Cemitérios
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) cemitério(s) do município, tanto públicos quanto particulares, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver)

Centros de História da Família
[editar | editar código-fonte]

(Inclua o(s) nome(s) do(s) Centro(s) de História da Família existente(s) no município. Utilize a opção Inserir Hiperlink para ligá-lo à página do Centro na Wiki.)

Locais de Registros Religiosos
[editar | editar código-fonte]

(Inclua as igrejas e outras instituições ligadas a estas, como dioceses, arquidioceses e escritórios, existentes no municípios, bem como endereço, telefone, e-mails e links para páginas virtuais, se houver.)

Paróquia São Rafael

Travessa 32, 70 Conj. Padre Pedro

Cep: 49048-206

Fone: (79) 3248-9936/3248-5221


Paróquia Nossa Senhora de Lourdes

Praça Dom José Tomaz, s/n Siqueira Campos

Cep: 49075-520

Fone: (79) 3241-7570 / 3241-7666

Email: paroquiansralourdes@hotmail.com


Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe

Rua Renato Fonseca de Oliveira, 545 Coroa do Meio

Cep: 49035-710

Fone: (79) 3255-0624

Email: paroquiavirgemdeguadalupe@hotmail.com


Paróquia Santuário Nossa Senhora Aparecida

Praça Ver. Osvaldo Mendonça, s/n Conj. Bugio

Cep: 49090-300

Fone: (79) 3252-3587

Email: paroquia.aparecida1983@gmail.com


Paróquia Imaculada Conceição e São Lucas

Rua São Pedro, 1890 Miguel Teles de Mendonça

Cep: 49500-000

Fone: (79) 3431-7867


Paróquia São Judas Tadeu

Rua Bolivia, s/n América

Cep: 49080-000

Fone: (79) 3259-2733 / 3259-0367

Paróquia Santo Antônio

Avenida Simeão Sobral, 1158 Centro

Cep: 49060-640

Fone: (79) 3236-1864 / 3236-1123


Paróquia Nossa Senhora Aparecida

Rua Dês. Rodrigues Nou, 50 Farolândia

Cep: 49032-430

Fone: (79) 3223-1555 / 9977-2422


Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Rua Dom Bosco, 650, Cirurgia

Cep: 49050-220

Fone: (79) 3214-2589

Email: pnsa-se@bol.com.br


Paróquia São Pedro Pescador

Avenida João Rodrigues, 425 Industrial

Cep: 49065-450

Fone: (79) 3215-8463 / 3215-2921


Paróquia Santa Luzia

Rua Marize Almeida Santos, 551, Luzia

Cep: 49045-500

Fone: (79) 3231-2119


Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Rua José Araújo Neto, 500 Conj. Orlando Dantas Barrio São Conrado

Cep: 49042-250

Fone: (79) 3251-3557

Email: comunicacao@paroquiansps.com.br


Paróquia São José Operário

Avenida São João Batista, s/n Coj. Castelo Branco Barrio Ponto Novo

Cep: 49097-000

Fone: (79) 3259-3303


Paróquia São José de Anchieta

Rua Manoel Euclides Oliveira, s/n Conj. Augusto Franco

Cep: 49030-530

Fone: (79) 3248-7488

Email: paroquiaanchietaaugfr@gmail.com


Paróquia São Francisco de Assis

Rua Minervina Barros, 136 Santos Dumont

Cep: 49087-450

Fone: (79) 3245-2973 / 3245-9412


Paróquia Nossa Senhora do Carmo e Santa Teresinha do Menino Jesus

Rua Porto da Folha, 1755 Suissa

Cep: 49059-610

Fone: (79) 3214-5436

Email: secretaria_paroquial@hotmail.com


Paróquia São Pedro e São Paulo

Rua Celso Oliva, 216 13 de julho

Cep: 49030-320

Fone: (790 3214-7407


Paróquia São Francisco de Assis

Rua Mercúrio, s/n Jardim Esperança

Cep: 49040-380

Fone: (79) 3249-2059

Email: psfrancisco.ibarbosa@gmail.com


Paróquia Nossa Senhora do Carmo e Santa Teresinha do Menino Jesus

Rua Porto da Folha, 1755 Suissa

Cep: 49059-436

Fone: (79) 3214-5436

Email: secretaria_ paroquial@hotmail.com


Paróquia São Cosme e São Damião

Rua 3, s/n Conj. Maria do Carmo II Barrio Olaria

Cep: 49092-540

Fone: (79) 3252-1780

Email: paroquiacosmeedamiaoju@gmail.com


Paróquia Nossa Senhora da Conceição

Rodovia dos Náufragos, 10

Cep: 49039-000

Fone: (79) 3227-1774

Email: paroquiadomosqueiro@hotmail.com


Paróquia Nossa Senhora Rainha do Mundo

Avenida Luciano Monteiro Sobral, s/n Conj. Médici II

Cep: 49048-000

Fone: (79) 3231-5544


Paróquia São José

Praça Tobias Barreto, 248 São José

Cep: 49020-000

Fone: (79) 3214-2463


Paróquia Sagrado Coração de Jesus

Rua Manoel do Espírito Santo, 379 Grageru

Cep: 49025-440

Fone: (79) 3231-7382

Email: secretaria@paroquiadogrageru.com.br


Paróquia São Mateus

Rua 16, 53 Aruana

Cep: 49001-192

Fone: (79) 3027-1255 / 9897-7644

Email: saomateusaracaju@hotmail.com


Paróquia Nossa Senhora de Lourdes

Praça Dom José Tomaz, s/n Siqueira Campos

Cep: 49075-520

Fone: (79) 3241-7570 / 3241-7666

Email: paroquiansralourdes@hotmail.com


Paróquia Nossa Senhora da Luz

Rua João Gêniton da Costa, s/n Jabotiana

Cep: 49095-790

Fone: (79) 3259-4456


Paróquia Nossa Senhora do Santíssimo Sacaramento

Praça Clodoaldo Alencar, s/n Leite Neto

Cep: 49027-230

Fone: (79) 3231-4300


Paróquia São Pio X

Rua Guilhermino Bezerra, s/n 18 do Forte

Cep: 49060-270

Fone: (79) 3236-5833


Paróquia Santa Tereza D' Ávila

Rua E Praça das Mães, s/n

Cep: 49037-233

Fone: (79) 3243-7233


Paróquia Sagrado Coração de Jesus

Rua A, s/n São Conrado

Cep: 4900-000

Fone: (79) 3251-2317


Paróquia Bom Jesus dos Navegantes

Avenida Antônio Alves, 468 Atalaia

Cep: 49037-050

Fone: (79) 3024-1055

Email: bomjesusatalaia@hotmail.com


Paroquia Coração Imaculado de Maria

Rua Lagoa Azul, 50 Povoado de Gamileira

Cep: 49039-000

Fone: (79) 3227-1656 / 3227-1350


Paróquia Nossa Senhora de Fátima

Rua Nestor Sampaio, 27 Ponto Novo

Cep: 49045-000

Fone: (79) 3231-0050


Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Catredal Metropolitana)

Praça Olimpio Campos, s/n Centro

Cep: 49010-040

Fone: (79) 3214-3418

Email: catedral_metropolitana.aju@live.com


Paróquia Jesus Ressuscitado

Rua Celi Prado Oliveira, 100 Grageru

Cep: 49025-050

Fone: (79) 3231-0429


Outros Locais e Instituições
[editar | editar código-fonte]

(Inclua Associações, Arquivos Públicos, Bibliotecas, Institutos Históricos, Museus, Prefeituras e qualquer outra instituição que possa conter acervo de interesse para a História da Família ou que possa servir de meio para contato no município; inclua endereços, telefones para contato, e-mails e links para páginas virtuais, se houver. Relacione-os em ordem alfabética.)

  • Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN
    Endereço: Praça Camerino, nº 225 - Bairro: São José - CEP: 49015-060
    Telefones: (79) 3211-9363 | (79) 3211-9123 | (79) 3211-9234 | (79) 3211-9321
    Fax: (79) 3211-9363
    E-mail: iphan-se@iphan.gov.br
    Site: portal.iphan.gov.br
  • Prefeitura Municipal de Aracaju
    Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos
    Endereço: Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conjunto Costa e Silva - CEP: 49097-270
    Telefone: (79) 3218-7800
    Site: www.aracaju.se.gov.br

Outros Recursos de Pesquisa
[editar | editar código-fonte]

(Inclua outros recursos que possam ser utilizados para pesquisa específica no município, como comunidades online, páginas pessoais, etc.)

Bibliografias
[editar | editar código-fonte]

(Inclua livros já publicados relacionados à localidade.)

Referências
[editar | editar código-fonte]

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aracaju
http://cod.ibge.gov.br/232VX